Terça-feira, 29 de Novembro de 2022

Carlota Amorim eleita presidente da mesa distrital do Parlamento Jovens

Carlota Amorim, aluna do Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães, em Chaves, foi eleita presidente de Mesa da Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens, no Ensino Secundário, tendo sido a escolhida pelos seus pares

-PUB-

O processo de eleição dos membros da Mesa decorre em fase prévia à Sessão Distrital e integra três fases: uma primeira fase de perguntas a cada candidato, seguida de uma segunda fase de debate entre os candidatos e de uma prova de leitura, para avaliar capacidades de expressão e liderança, conhecimento das regras regimentais de condução dos trabalhos da Sessão e competência na área da leitura; e, por fim, uma terceira fase de eleição do presidente, vice-presidente e secretário(a) da Mesa da Sessão Distrital, que determinou a vitória da aluna Carlota Amorim, que será a presidente da Mesa na próxima Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens do Ensino Secundário, o que “muito honra o Agrupamento e o concelho de Chaves”.

O Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República, que visa educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política, e procura dar a conhecer a Assembleia da República, o significado do mandato parlamentar, as regras do debate parlamentar e o processo de decisão do Parlamento, enquanto órgão representativo de todos os cidadãos portugueses.

“Congratulamo-nos com o interesse e participação dos alunos do Agrupamento e com tão digna representação e eleição. À Carlota, os nossos parabéns e votos de muito sucesso nas próximas etapas do programa”, revela em comunicado o Agrupamento.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.