Sábado, 12 de Junho de 2021

Ceia é com couve penca

Na noite de consoada, o rei é o bacalhau, mas sozinho não faz a ceia de Natal. A acompanhá-lo, e na mesa dos flavienses, há um ingrediente tradicionalmente da região que torna o prato, particularmente, especial

-PUB-

Fica em segundo plano, porque o protagonista é o bacalhau, mas, na noite de consoada, a couve penca é “peça” fundamental na ceia dos flavienses, para o acompanhar juntamente com as batatas. 

Uma couve característica do concelho de Chaves que se dá bem em solos férteis, húmidos e em zonas de temperaturas baixas. 

“Quanto mais frio estiver mais tenra ela se torna”, explicou à VTM Carolino Correia no meio da sua plantação de couve penca, na freguesia de Faiões, acrescentando que a sua plantação se faz entre os finais de agosto e setembro. O produtir sublinha inda que, embora goste de água, os solos onde é plantada devem ter elevada capacidade de retenção de água, mas também

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.