Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Centro escolar de Lordelo vai mesmo avançar

A consignação da obra foi oficilizada esta quinta-feira e espera-se que tudo esteja pronto daqui a um ano.

-PUB-

Era um sonho há muito ambicionado pelas gentes de Lordelo. Luís Carmo, da junta de freguesia, lembrou que "assim que assumimos a liderança da freguesia identifámos um problema grave com a escola de Lordelo, que não tinha condições ideais para garantir conforto às crianças e por isso este é um passo muito importante".

"Quando a escola de enfermagem saiu daqui, e como o edifício ficou ao abandono, vimos aqui a oportunidade de faer nascer aqui o centro escolar de Lordelo. A câmara ajudou-nos e conseguiu articular para que o edifício nos fosse cedido e isso vai resolver um grande problema", acrescentou, à margem da consignação da empreitada.

Também Elisabete Leite, diretora do Agrupamento de Escolas Diogo Cão, que irá ficar responsável pelo centro escolar, confessou que, o espaço, "vai, logo à partida, responder a muitos dos pedidos que temos para receber alunos, porque neste momento temos mais pedidos do que possibilidades". 

Já Rui Santos,presidente da câmara de Vila Real, destaca a "cumplicidade entre a junta de freguesia, a autarquia, a UTAD e o ministério da Educação que nos permitiu chegar a uma boa solução para este edifício, onde a escola de enfermagem funcionou muitos anos".

"Conseguimos que a UTAD nos cedesse o espaço, ticonseguimos um apoio de fundos comunitários e hoje consignamos a obra, que durará cerca de 12 meses", refere.

Mais desenvolvimentos na edição de 8 de outubro de 2020

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.