Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Chaves ganha novo Centro Cívico

Chaves conta com um novo Centro Cívico, localizado nas antigas instalações da Cantina da UTAD. A nova estrutura foi inaugurada, em cerimónia que decorreu no âmbito das comemorações do Dia da Cidade e do Município, com a presença do executivo municipal e da população que usufruirá deste espaço

-PUB-

Para o autarca flaviense, Nuno Vaz, “da requalificação de um edifício com história e cheio de histórias, localizado no centro da cidade, emerge agora um espaço ainda mais acolhedor e pronto para ser utilizado e dinamizado por toda a comunidade local. Reúne todas as condições para se tornar no ponto de encontro ideal, permitindo desenvolver atividades no âmbito cultural, desportivo e social, assim como fomentar a convivência das pessoas”.

Nesta cerimónia, o autarca lembrou ainda que o Município de Chaves pretende investir em equipamentos de proximidade. “sendo este um exemplo de um espaço de todos e para todos, que contempla ainda instalações sanitárias públicas, respondendo a uma necessidade existente. 

Esta obra de requalificação orçada em cerca de 243 mil euros, contemplou a reconstrução e ampliação do edifício, que integra um espaço de convívio composto por uma sala de leitura, outra de atividades lúdicas e pedagógicas, bem como um espaço exterior para realização de ações ao ar livre.

Recorde-se que esta obra, localizada na Área de Reabilitação Urbana do Centro Histórico de Chaves, faz parte do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Chaves, beneficiando de um investimento cofinanciado a 85% por fundos comunitários, no âmbito do Programa Operacional Regional Norte 2014-2020 (NORTE 2020), instrumento financeiro de apoio ao desenvolvimento regional do norte de Portugal, gerido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e integrado no acordo de parceria PORTUGAL 2020.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.