Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Ciclovia do Campo Meão vai unir três vilas do concelho

As obras deverão arrancar em breve e têm a duração prevista de 12 meses.

A empreitada da Ciclovia, que vai ligar as vilas de Alijó, Favaios e Sanfins do Douro ao longo de 7,4 quilómetros, resulta de um investimento de 458.489€ (+IVA), financiado por fundos comunitários no montante de 302.105,49€.
“O objetivo desta obra é introduzir padrões de mobilidade sustentável, permitir a ligação dos três principais polos urbanos e populacionais, encurtando a distância entre eles, e promover um estilo de vida mais saudável e ativo”, sublinha o presidente da Câmara Municipal de Alijó, José Rodrigues Paredes.
A Ciclovia vai unir os três principais polos urbanos e populacionais do concelho, através do Campo Meão entre o lado poente de Alijó e o Santuário de Nossa Senhora da Piedade. Serão criadas zonas de estacionamento para bicicletas, bebedouros, e bancos, na Rua Campo de Tiro, em Alijó, na Rua do Cemitério, em Favaios, e no Santuário de Nossa Senhora da Piedade, em Sanfins do Douro, pontos de início e fim da ciclovia. 
Com esta obra, o Município de Alijó pretende promover a mobilidade sustentável através do incentivo à utilização da bicicleta como meio de transporte menos poluente. A empreitada foi adjudicada à empresa João Manuel da Silva Teixeira e Filhos LDA, na sequência de concurso público.
O contrato de execução da Ciclovia do Campo Meão, no âmbito do Plano de Acessibilidades e Mobilidade Urbana Sustentável, foi assinado no início desta semana e vai agora ser submetido a visto do Tribunal de Contas, para que depois possa ser feita a consignação.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.