Sábado, 27 de Novembro de 2021

Comerciantes sugerem corte de trânsito na Alameda do Tabolado

Donos dos estabelecimentos comerciais entregaram um requerimento à Câmara Municipal de Chaves para que a rua seja cortada ao trânsito com o objetivo de aumentar as esplanadas e garantir a segurança dos clientes. 

-PUB-

Um grupo de proprietários de casas comerciais na Alameda do Tabolado, na zona das Caldas, como é conhecida, propôs à autarquia o corte de trânsito na rua. Apesar de a Câmara Municipal de Chaves ter criado um regime de exceção para o alargamento das esplanadas, os comerciantes consideram que tirar o estacionamento na rua "não faz sentido se os carros continuarem a passar", por uma questão de segurança.

"Propusemos várias alternativas. Por exemplo, cortar o trânsito, em dias utéis, a partir das 19h, e ao fim de semana, para que consigamos ter o mesmo número de mesas que tínhamos antes nas esplanadas, garantindo o distanciamento entre elas que nos foi imposto pela DGS", referiu Filipe Paiva, o porta-voz do grupo e também proprietário de um bar na mesma rua, acrescentando que "90% dos clientes concordam com a ideia e que que já deveria ter sido implementada há mais tempo". 

 

REPORTAGEM EM VÍDEO BREVEMENTE 

 

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.