Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

“Costumes e Tradições” em destaque na Semana de Articulação

O Agrupamento de Escolas de Diogo Cão organizou a 4ª Semana de Articulação, prestando homenagem aos costumes e tradições locais, num evento que envolveu toda a comunidade educativa.

-PUB-

O programa permitiu entender as raízes culturais que sustentam o contexto histórico de discentes e demais comunidade, dando significado às aprendizagens essenciais do currículo. Pretendeu-se também alertar para a importância do conhecimento, respeito dos valores e da sua identidade local. Neste sentido, os historiadores Hilário Néri, na EB2,3 Diogo Cão, e Elísio Neves, na JI/EB1 do Corgo, partilharam os seus conhecimentos com a plateia.

A semana ficou marcada pela leitura de contos tradicionais, alguns dos quais em língua mirandesa, e por vários workshops, com destaque para as bolas trapeiras e as ganchas, as bonecas de tecido e brinquedos em madeira, entre outros elementos da natureza. 

Os alunos tiveram a oportunidade de contactar com artesãos de duas das mais emblemáticas artes associadas a Vila Real, o linho de Agarez e a olaria negra de Bisalhães. Foi possível observar todo o processo, desde a semente até à peça final, da mesma forma que experienciaram a arte da olaria, metendo as mãos no barro e fazendo rodar a roda de oleiro.

Houve espaço para os jogos tradicionais, nomeadamente as corridas de sacos, os jogos com corda ou o lançamento do pião, e foram recordados alguns costumes, como a “Repartição do Burro”, a recriação do ambiente vivido nas desfolhadas e desgarradas, a degustação do caldo verde em pote de ferro e a apresentação de provérbios populares. 

Houve ainda oportunidade de degustar a gastronomia regional, como o covilhete, o pito ou a gancha.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.