Sábado, 16 de Outubro de 2021

Cuidadores informais de cinco concelhos podem pedir estatuto em abril

Os cuidadores informais dos concelhos de Boticas, Lamego, Montalegre, Vila Real e Vimioso podem pedir o estatuto a partir de 1 de abril.
 

-PUB-

Estes são os cinco concelhos transmontanos que integram o projeto-piloto, mas há mais 25 em todo o país. 

Na terça-feira, o Diário da República publicou uma portaria que define o valor máximo a atribuir aos cuidadores informais, que terão acesso ao novo Subsídio de Apoio ao Cuidador Informal, que tem o valor de referência de 438,81 euros e será variável em função dos rendimentos. 

“Adicionalmente, os cuidadores informais principais que pretendam aceder ao regime do seguro social voluntário beneficiam de uma majoração de 25 por cento no montante do subsídio”, acrescenta a portaria do Ministério do Trabalho e da Segurança Social.

Os projetos-piloto irão durar um ano, ficando a sua monitorização e avaliação a cargo de uma comissão

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.