Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Depressão Elsa provoca estragos

De acordo com o CDOS ( Centro Distrital de Operações de Socorro) de Vila Real, foram registadas, no distrito, entre a meia noite e as oito da manhã, cerca de 30 ocorrências relacionadas com o mau tempo. 

-PUB-

De acordo com a fonte, as consequências do mau tempo começaram a sentir-se principalmente a partir das duas da manhã e a maior parte das ocorrências reportadas estiveram relacionadas com quedas de árvores, que se verificaram um pouco por todos os 14 concelhos do distrito, envolvendo dezenas de operacionais.

Houve situações de cortes de estradas, que foram resolvidas pelas corporações de bombeiros, e ainda casos em que as árvores caíram em cima de postes de eletricidade, tendo provocado cortes temporários de luz.

O CDOS adiantou que as restantes ocorrências estão relacionadas com quedas de elementos de construção em estruturas edificadas, como andaimes, e ainda alguns danos em telhados e uma inundação por precipitação intensa.

Em Vila Real, os ventos fortes derrubaram a árvore de Natal instalada na rotunda da Avenida Carvalho Araújo, mesmo em frente à Praça do Município. O mesmo fim, teve a árvore de Natal da cidade de Chaves que tombou durante a madrugada. Na nacional 15, na zona de Mouçós, perto de Sanguinhedo, uma árvore caiu e impediu a circulação de veículos. (ver fotos)

Sabe-se, também, que em algumas zonas da cidade de Vila Real, como por exemplo junto ao Bairro do Boque, a eletricidade esteve cortada durante grande período da madrugada.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera emitiu para hoje um aviso vermelho para nove distritos devido à previsão de chuva forte e rajadas de vento superiores a 100 quilómetros por hora.

No distrito de Vila Real, este aviso vigora entre o meio dia e as 21 horas.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou na quarta-feira a população para o agravamento das condições meteorológicas, com precipitação forte e persistente, vento forte nas terras altas e agitação marítima forte em toda a costa.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.