Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Distritais do BE consideram que eleições nas CCDR têm “pouco de democrático”

Eleições para as CCDR acontecem na próxima terça-feira, em que vão ser eleitos os cinco novos presidentes destas estruturas, que são responsáveis pela distribuição dos fundos comunitários

-PUB-

Em comunicado conjunto, cinco distritais do Bloco de Esquerda (BE) consideraram que o processo eleitoral para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) “tem muito pouco de democrático com PS e PSD a distribuírem entre si cargos”.

As comissões coordenadoras distritais de Bragança, Castelo Branco, Guarda, Vila Real e Viseu do BE consideram que as eleições marcadas para 13 de outubro resultarão “na manutenção do Bloco Central de Interesses”.

Pela primeira vez, presidentes de câmara, vereadores, membros das assembleias municipais e presidentes de junta vão eleger para os próximos cinco anos os presidentes e um vice-presidente de cada uma das cinco CCDR, concretamente Norte, Centro, Lisboa e Vale to Tejo, Alentejo e Algarve.

Os bloquistas sublinham que

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.