Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

Encapuzados provocaram acidente para assaltar veículo blindado

Pouco faltava para as sete da manhã de segunda-feira, quando o que parecia ser um pequeno acidente de viação, ao quilómetro 61 do Itinerário Principal quatro (IP4), se transformou numa tentativa de assalto frustrada a uma carrinha de valores, envolvendo encapuzados, tiros e fuga. A tentativa de assalto foi perpetuada, segundo fonte da Brigada de […]

Pouco faltava para as sete da manhã de segunda-feira, quando o que parecia ser um pequeno acidente de viação, ao quilómetro 61 do Itinerário Principal quatro (IP4), se transformou numa tentativa de assalto frustrada a uma carrinha de valores, envolvendo encapuzados, tiros e fuga.

A tentativa de assalto foi perpetuada, segundo fonte da Brigada de Trânsito da Guarda Nacional Republicana, por quatro homens encapuzados que seguiam em três viaturas, uma das quais foi utilizada para abalroar o veículo blindado, de modo a imobilizá-lo na via, provocando ferimentos ligeiros nos seus dois ocupantes que foram transportados para o Hospital de São Gonçalo, em Amarante.

Depois de tentarem aceder ao interior da carrinha, recorrendo à utilização de armas de fogo para estilhaçar os vidros da mesma, os assaltantes acabaram por deixar o local sem conseguir finalizar o intento, e deixando para trás duas das viaturas em que seguiam.

Testemunhas no local referiram que o grupo de assaltantes fugiu, num veículo de marca BMW, tendo saído do IP4 pelo troço que dá para Padronelo e EN 101, em direcção ao Peso da Régua.

A investigação do caso foi entregue à Polícia Judiciária que esteve no local para proceder a averiguações aos automóveis envolvidos, um procedimento que levou ao condicionamento do trânsito durante cerca de quatro horas.

 

MM

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.