Quinta-feira, 30 de Junho de 2022

Espetáculo ‘Barro’ estreia amanhã no Teatro de Vila Real

O espetáculo ‘Barro – Terra Molhada Onde a Bota Escorrega’ junta criadores nacionais de reconhecida experiência, que foram convidados a olhar a região e a construir a partir dela um objeto artístico, contribuindo deste modo para a divulgação de aspetos do património cultural material e imaterial da região de Trás-os-Montes e Alto Douro. 

‘Barro’ desenvolve-se no domínio da dança contemporânea e procura incorporar, de forma sensorial, aspetos do imaginário ligado ao barro, particularmente ao Barro Negro de Bisalhães e ao Barro de Pinela. “Não se pretende uma recriação ou dramatização teatral de episódios tradicionais, mas antes convocar emoções, memórias, sensações, impressões; invocar a plasticidade do barro para sugerir a moldagem dos corpos, dos gestos, dos movimentos”.

Paralelamente, procura-se com este espetáculo envolver a comunidade na interpretação e criação artística, convidando-a a participar com as suas experiências de vida, sonhos, histórias pessoais e comunitárias.

‘Barro’ é um mundo outro, novo, que se constrói em palco com os intérpretes profissionais e comunitários, com reminiscências da tradição mas vivendo no seu tempo, para o seu tempo, e expressando-se numa linguagem que é a da dança contemporânea — teatral e coreográfica, abstrata e sensorial, mais emotiva do que narrativa ou figurativa, que convida à imersão dos sentidos no momento único e irrepetível da representação, que convida à pura fruição.

Se Barro pretende estimular a descoberta do Barro de Bisalhães e de Pinela, provocando a curiosidade de quem se cruze com o espetáculo nos teatros ou com as suas referências nos meios de comunicação, tem também, por outro lado, o desejo de proporcionar experiencias artísticas à comunidade local, promovendo a coesão social em volta do património identitário, da arte e da criatividade sem fronteiras.

Barro é uma criação de Mafalda Deville mas também dos bailarinos da Companhia Instável e das pessoas da região que generosa e dedicadamente se entregaram a uma produção inédita de dança contemporânea. A partir de amanhã, ‘Barro’ será por si mesmo um “património cultural imaterial de todos os que nele trabalharam e daqueles que assistirem ao espetáculo.

A peça está integrada na operação Algures a Nordeste – Projeto Para a Promoção do Território Cultural do Nordeste Português.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.