Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Espírito Natalício chegou à vila

Como manda a tradição, a vila de Boticas já está iluminada para receber as festividades de Natal e Ano Novo.

-PUB-

A autarquia decorou a preceito os pontos mais emblemáticos do centro da vila, como o edifício da Câmara Municipal, a Igreja da Nossa Senhora da Livração, o Moinho do Cubo e o Parque de Lazer do Ribeiro do Fontão.

As ruas Gomes Monteiro, 5 de Outubro, do Município, do Mercado e de São Cristóvão foram decoradas com enfeites e luzes de cores apelativas, de forma a dar mais brilho e cor à quadra festiva que se aproxima e a despertar o interesse para que se compre no comércio tradicional.

As avenidas de Sangunhedo e do Eiró, a rua Eng. Caldeira Pais, a Central de Camionagem e ainda a rotunda da Fonte Luminosa e a rotunda do Centro de Artes também foram iluminadas para assinalar a época natalícia.

A escolha das iluminações por parte da Câmara Municipal foi, mais uma vez, alvo de elogios por parte da população e de todos aqueles que por esta altura do ano regressam ou visitam o Concelho de Boticas.

O Presidente da Câmara, Fernando Queiroga, demonstrou a sua satisfação pela recetividade dos munícipes e dos visitantes referindo que “é importante que se criem dinâmicas no centro da vila e, parecendo que não, o facto de esta estar iluminada faz com que as pessoas sintam vontade e curiosidade de sair à rua e isso vai refletir-se, de uma forma ou de outra, no comércio tradicional”.

Além da iluminação de Natal, a partir do dia 14 de dezembro será inaugurada a pista de gelo na Praça do Município, mais um bom motivo para as pessoas virem até Boticas e desfrutarem de bons momentos em família.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.