Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

Estudantes reivindicam lugares de estacionamento

Já não é a primeira vez que os estudantes universitários que têm aulas no edifício do ex-DRM reivindicam lugares de estacionamento gratuito, junto daquele pólo da UTAD que, no início de 2005, viu “nascer” vários parquímetros. Desde então, os equipamentos não foram tidos em conta, mas, agora, estão a ser vigiados, de perto, por agentes […]

Já não é a primeira vez que os estudantes universitários que têm aulas no edifício do ex-DRM reivindicam lugares de estacionamento gratuito, junto daquele pólo da UTAD que, no início de 2005, viu “nascer” vários parquímetros. Desde então, os equipamentos não foram tidos em conta, mas, agora, estão a ser vigiados, de perto, por agentes da PSP.

“Queremos, pelo menos, 20 lugares de estacionamento gratuito”, defendeu André Pinto, Presidente do Núcleo de Alunos de Economia (NAEC) que, dois anos depois do primeiro alerta a entidades da cidade, lançam, mais uma vez, um abaixo-assinado, para reivindicar o direito ao estacionamento, na zona envolvente do ex-DRM.

O Dirigente do Núcleo recordou que, na altura do primeiro abaixo-assinado, em 2005, foi dada a garantia de que os estudantes teriam direito a 20 lugares gratuitos, sendo necessário, apenas, que deixassem visível o cartão de estudante, nas suas viaturas. No entanto, dois anos depois, sem nenhum documento escrito, o acordo acabou por não se concretizar.

“Agora, já vemos agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) a tirar as matrículas”, sublinhou André Pinto, deixando a garantia de que já está a ser dinamizado um novo abaixo-assinado, junto de alunos, docentes e funcionários que será enviado à autarquia de Vila Real, à Reitoria da UTAD e à própria PSP.

Os estudantes sentem-se prejudicados, uma vez que, se estivessem no “Campus”, não teriam que pagar o estacionamento (60 cêntimos à hora).

“Somos todos iguais e, por isso, deveríamos ter todos os mesmos direitos”, alegam os estudantes, recordando a falta de condições do edifício que, apesar de albergar cerca de 500 alunos dos Cursos de Economia e Gestão da UTAD, mostra deficiências, a vários níveis.

Segundo fonte da PSP de Vila Real, na sua área de intervenção, no primeiro trimestre deste ano foram levantados 730 autos de contra-ordenação, por estacionamento ilegal, em zonas com parquímetros, dos quais 340 foram registados, em Janeiro.

A actual Direcção do NAEC que iniciou funções, em Março, revelou que ganhou a candidatura para a organização do Encontro Nacional de Estudantes de Economia, no próximo ano. Um evento que reunirá cerca de meia centena de estudantes de todo o país e representará “o debate de ideias, a troca de experiências entre alunos e a dinamização da Universidade e da cidade”.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.