Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Ex-funcionário de Câmara condenado a 4 anos com pena suspensa

Um ex-funcionário da câmara de Montalegre, de 44 anos, foi hoje condenado a quatro anos de prisão, com pena suspensa, por ter desviado 66 mil euros da autarquia.

-PUB-

O Tribunal de Vila Real deu como provados todos os crimes pelos quais vinha acusado, nomeadamente seis crimes de falsificação de documentos, 13 crimes de falsificação informática e 13 crimes de peculato, em concurso aparente com 13 crimes de abuso de poder.

Recorde-se que durante o julgamento, o homem confessou todos os crimes, mostrou arrependimento e já devolveu a verba que tinha desviado, o que acabou por pesar na decisão do coletivo de juízes, que foi conhecida há minutos.

O arguido exerceu o cargo de técnico no Departamento de Administração e Finanças da Câmara de Montalegre, onde era responsável por proceder à contratação de bens e serviços e pela contratação de seguros.

O ex-funcionário não vai recorrer da decisão.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.