Terça-feira, 15 de Junho de 2021

Executivo municipal assinalou três anos de mandato

No dia em que passaram três anos da vitória nas eleições autárquicas, o executivo municipal liderado por Nuno Vaz apresentou investimento concretizado no setor público e privado, em áreas como a educação, o apoio social e o desenvolvimento económico no concelho.

-PUB-

A press trip promovida pelo executivo municipal liderado pro Nuno Vaz teve início na Escola Básica nº3 do Caneiro, cujas obras de amplificação e requalificação foram inauguradas no dia em que passam três anos da vitória do Partido Socialista nas eleições autárquicas.

O projeto foi apresentado a 14 de abril de 2019 tendo as obras iniciado em outubro do mesmo ano.

Num investimento perto dos 900 mil euros, a nova escola do Caneiro, que contempla o ensino pré-primário e 1º ciclo, num total de 130 alunos, tem agora duas novas salas de apoio, um espaço para refeitório, casas de banho novas, adaptadas para crianças com mobilidade reduzida e um novo recreio coberto.

As obras agora inauguradas eram reivindicadas pela comunidade escolar há 12 anos. “Estes alunos e esta zona da cidade já mereciam ter um equipamento com estas condições onde as crianças podem seguramente desenvolver diferentes tipologias de atividades”, referiu Paula Barros, diretora do Agrupamento de Escolas Dr. António Granjo.

“Era um equipamento que precisava de ser requalificado cuja intervenção foi sucessivamente adiada”, disse Nuno Vaz sublinhando que o compromisso com a população da Madalena e a comunidade escolar foi cumprido, depois de ter pensado que o estabelecimento de ensino poderia encerrar.

“FREGUESIA ESTÁ A CAMINHAR NO BOM SENTIDO”

Ainda na Madalena, e no centro histórico da freguesia, na margem esquerda do Rio Tâmega, Nuno Vaz convidou a comunicação social a conhecer as novas instalações da Divisão de Ação Social da câmara municipal, junto ao Jardim Público, onde está a funcionar também a Comissão Municipal de Proteção de Idosos e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

“É uma zona a qual queremos dar particular atenção. Concluído o processo do referendo, agora é importante continuar a dar atenção à Madalena”, sublinhou o autarca, anunciando ainda a aprovação em assembleia municipal da alteração do trânsito na freguesia que passará a ser feito no sentido inverso, do Quilómetro Zero até a Ponte Romana, pela Rua Cândido Souto Mayor, que irá ser “acompanhado de algumas obras de requalificação melhorando a circulação do espaço público e dos espaços dedicados às zonas pedonais”.

Para João Pinto, presidente da União de freguesias Madalena/Samaiões, estas são boas notícias uma vez que “foram muitos anos em que faltou dinâmica, atividade e os comerciantes da freguesia desmotivaram e muitos foram embora” mas com estas iniciativas da câmara, a esperança renasce e anunciou ainda que “temos tido muitos contactos de investidores e isso reflete-se na compra de imóveis. Muitos dos edifícios da Madalena já foram comprados, existem previsões de negócios muito atrativos e, portanto, isso demonstra que a freguesia está no bom caminho”.

6 MILHÕES DE INVESTIMENTO NO PARQUE EMPRESARIAL

A press trip terminou no Parque Empresarial com a visita à empresa Sistemas Delfin, com sede em Espanha e Estados Unidos da América e que investiu seis milhões de euros em Chaves e pretende alargar as instalações com mais duas naves, o que vai permitir duplicar o investimento total para cerca de 14 mil euros.

Neste momento emprega 17 trabalhadores, todos portugueses, e ao sediar a empresa de extrusão de alumínio em Chaves, única na região de Trás-os-Montes, os investidores pretendem colocar a empresa como referência neste setor.

Jesus Cid Quintas, dono da Sistemas Delfin, investiu em Chaves pela “facilidade e rapidez” com que o processo foi tratado na câmara municipal, “o que não acontece em Espanha” e pelo facto de ter encontrado “gente preparada” para trabalhar no setor, elogiando a formação profissional “que não existe em Espanha”.

Para Nuno Vaz, este é um “investimento privado relevante necessário que poderá atrair outros” e aproveitou para anunciar que, dentro em breve, “dará entrada na câmara municipal o licenciamento de um grande projeto relacionado com a metalomecânica”.

 

Mais desenvolvimentos na edição de 8 de outubro

 

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.