Sexta-feira, 22 de Outubro de 2021

Família acusa hospital de Lamego de negligência

José Ferreira esteve seis horas à espera nas urgências do hospital, onde acabou por falecer. 

-PUB-

Segundo o que a VTM conseguiu apurar, o homem, de 65 anos, sofria de uma doença pulmonar e precisava de uma bomba de oxigénio. Depois de dar entrada no hospital de Lamego recebeu a pulseira amarela pelo que deveria ter sido visto por um médico no prazo de uma hora. Depois de seis horas à espera, acabou por morrer, nos braços da esposa.

A família, que desconhece as causas da morte por não ter sido realizada autópsia ao corpo, está revoltada e acusa a unidade hospitalar de negligência médica.

Em resposta, o gabinete de comunicação do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), responsável por gerir o hospital de Lamego, explica, num comunicado enviado às redações,

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.