Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2021

Festival de Moscatel do Douro promete ser um “sucesso”

O Festival de Moscatel do Douro volta à Vila de Favaios, nos dias 6, 7 e 8 de setembro, pelo quinto ano consecutivo.

-PUB-

Este evento é uma excelente oportunidade para contactar diretamente com os produtores, provar diferentes produtos confecionados com Moscatel e, deliciar-se com o famoso trigo de quatro cantos de Favaios. Durante os três dias vão decorrer várias atividades, destacando-se o Colóquio no dia 7 de setembro, com lugar no Museológico do Pão e do Vinho de Favaios, que abordará os desafios que a viticultura enfrenta na atualidade.

À noite não vai faltar animação musical, com Blaya a subir ao palco no dia 6 de setembro, e Miguel Araújo seguido da Dj Sara Santini no dia 7 de setembro. No dia 8, durante a tarde, tem lugar o Cortejo Etnográfico com o tema “As vindimas”, que contará com a envolvência das Freguesias do Concelho de Alijó e terminará num animado baile ao toque de concertinas, evocando o “Baile das Vindimas”.

O Festival tem como objetivo contribuir para a valorização da produção de Moscatel do Douro mostrando a excelência deste vinho licoroso produzido na Região. O Presidente da Câmara Municipal de Alijó, José Rodrigues Paredes, salienta que “o Festival de Moscatel consolida-se de ano para ano, conquistando novos apreciadores e dando a conhecer diferentes e inovadoras aplicações deste incrível néctar, nomeadamente na Gastronomia”. 

O Festival, de entrada gratuita, conta com a organização conjunta da Câmara Municipal de Alijó e Junta de Freguesia de Favaios e tem o patrocínio oficial da Adega Cooperativa de Favaios.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.