Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Flavienses quebraram na segunda parte

O jogo começou aberto, com as duas equipas cautelosas e atacando pela certa. Aos 7’, o Leixões fez a bola bater no poste esquerdo da baliza de Francisco Alves.

Futebol Nacional, I Divisão Juniores

Era um aviso. Mas o Chaves não teve culpa que os leixonenses tivessem desperdiçado muitas outras oportunidades até ao fim da primeira vintena de minutos, quando Telmo se isolou na área visitante, dominou o esférico a preceito e atirou para a baliza desguarnecida, onde só estava Fábio que não teve qualquer hipótese de defesa.

Na segunda parte, estranhamente, o Desportivo entrou abúlico, muito lento e previsível, facto que os homens de Matosinhos aproveitaram para igualar o marcador, logo no recomeço. Impotentes, os flavienses assistiram a uma supremacia do seu adversário, muito pela força da entrada de Duarte, após o intervalo, o qual mexeu com o jogo a partir da ala direita.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.