Quinta-feira, 29 de Julho de 2021

Guarda-redes do SC Vila Real solidário com colegas que passam dificuldades

O guarda-redes Pedro Carvalho, de 26 anos, decidiu juntar-se à iniciativa lançada por um grupo de jogadores da Série D, do Campeonato de Portugal, para ajudar colegas de profissão em dificuldades financeiras, depois de a Federação Portuguesa de Futebol ter decidido terminar com todas as provas dos campeonatos não profissionais. 

-PUB-

Muitos clubes passam por enormes dificuldades e o anúncio do final das provas deixou muitos jogadores desprotegidos e sem qualquer fonte de rendimento, em que se estima que cerca de 70 por cento se dedique em exclusivo ao futebol. 

O guarda-redes do SC Vila Real explicou em entrevista à VTM que o objetivo passa por angariar bens de primeira necessidade para jogadores que passam dificuldades. “Há muitos que não têm comida para colocar na mesa dos filhos”, relata Pedro Carvalho, um dos responsáveis por angariar bens na zona Norte e que em apenas quatro dias conseguiram ajudar 54 colegas. “As pessoas estão unidas, desde jogadores do Campeonato de Portugal, clubes da I e da II Liga, dirigentes, empresários, árbitros, todos estão a contribuir”, revela, lembrando que o lema da iniciativa é: “Hoje são vocês, amanhã poderemos ser nós”.

“Ninguém estava à espera que isto acontecesse, mas notamos que a malta se uniu para ajudar”, acrescenta, salientando que quem precisar de ajuda não hesite em contactar, pois é sempre garantido o anonimato. “Não precisam de ter vergonha. Pode acontecer a qualquer um, por isso se precisarem de ajuda, nós estamos disponíveis e temos já três armazéns espalhados pelo país (Lisboa, Porto e Pinhal Novo) com bens que foram doados”.

No meio das dificuldades, ao jogador Cassamá, do Real SC, outros jogadores se juntaram, entre os quais Pedro Carvalho, que adiantou que ainda não receberam nenhum pedido de jogadores de equipas transmontanos. “Até agora ainda não aconteceu, mas se estiverem a necessitar, façam chegar os vossos pedidos, pois nós estamos aqui para ajudar”, reiterou.  

O guarda-redes acredita que o movimento poderá chegar a muitos mais jogadores, inclusive de campeonatos distritais, incluindo também atletas que jogam em clubes da Madeira e dos Açores.  

A onda de solidariedade não tem parado e há um site onde é possível pedir ajuda e também contribuir.

Para mais informação visite:

http://futebolparaavida.pt/quem-somos/

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.