Quinta-feira, 29 de Julho de 2021

Há vários incêndios ativos no distrito de Vila Real

Sabrosa, Chaves, Alijó e Valpaços são os concelhos mais afetados.

-PUB-

Eram 12:06 desta quinta-feira quando foi dado o alerta para um incêndio no concelho de Alijó, próximo da zona industrial. Uma zona de mato e rochosa, de difícil acesso, atingida pelas chamas há dois anos.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), às 16:51 estavam no local 166 operacionais, 51 viaturas e três meios aéreos. O vento forte está a ser a maior preocupação para quem está no combate às chamas.

Este incêndio levou já ao corte da água e da eletricidade. A autarquia fez saber, em comunicado, que a situação está a ser resolvida. 

Já no concelho de Chaves deflagraram hoje dois incêndios, um em Erveredo e outro em Vila Verde da Raia. O primeiro, que começou por volta das 14:30, está, neste momento, em fase de resolução. O segundo, em Vila Verde da Raia, deflagrou às 16:36 e está também dominado.

Também no concelho de Valpaços foram detetadas algumas ignições, um em Santa Valha, e sobre o qual ainda não há informações, e outro em  Santiago Da Ribeira de Alhariz, já em fase de resolução.

Preocupante é também a situação no concelho de Sabrosa, na localidade de São Martinho de Anta. O alerta foi dado às 15:37 e no local estão cerca de 90 operacionais, apoiados por 19 viaturas e três meios aéreos.

Nos últimos dias, o distrito de Vila Real tem registado várias ocorrências de incêndio que têm obrigado a uma grande mobilização de meios desde o arranque das ocorrências.

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.