Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Homem condenado a um ano e dez meses de pena suspensa

Joaquim Fernandes foi hoje condenado pela queda de um andor na festa da Senhora da Pena, na união de freguesias de Mouços e Lamares.

-PUB-

Decorreu há instantes a leitura da sentença do caso da queda do andor nas festas da Senhora da Pena, em 2015.

Foram dados como provados os crimes de homicídio por negligência e ofensa à integridade física grave, ambos por omissão.

Recorde-se que na primeira sessão de julgamento, o arguido, de 56 anos, explicou que a sua função para o andor, que estava a ser estreado naquele ano, era apenas a ornamentação, mas o coletivo de juízes entendeu que "por haver um contrato assinado, isso o responsabiliza por verificar a segurança do mesmo".

Joaquim Fernandes foi condenado a um ano e 10 meses de pena suspensa pela queda do andor que fez um morto e um ferido grave, em setembro de 2015. A defesa vai agora ler com atenção a sentença "que tem 50  páginas, e logo veremos se vale a pena recorrer ou não".

Notícia desenvolvida na edição de 8 se outubro de 2020

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.