Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

Infraestruturas de Portugal garante rapidez nas obras da linha do Douro

Encerramento ocorrerá nos meses de menor fluxo de passageiros, considerado entre novembro e dezembro de 2018 e janeiro de 2019.

O encerramento temporário do troço entre Caíde e Marco de Canavezes, para obras de modernização, causou enorme agitação entre os autarcas que fazem parte da Comunidade Intermunicipal do Douro (CIMDOURO), e operadores turísticos, que temiam que os trabalhos pudessem pôr em causa o turismo e a economia da região.

A informação da suspensão da linha durante três meses, sem os condicionalismos da passagem dos comboios, provocou bastante apreensão ao presidente da Câmara Municipal de Peso da Régua (CMPR), que agendou de imediato uma reunião com a Infraestruturas de Portugal (IP).

Desse encontro com o secretário de Estado das IP, Guilherme d’Oliveira Martins, e com os responsáveis pela Comboios de Portugal (CP), veio a garantia de que “o

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.