Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Joana Gonçalves segue líder para Águeda

Piloto Husqvarna motivada para jornada bairradina

A cidade de Águeda recebe este fim de semana a quinta jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro 2019. Com quase duzentos participantes inscritos, esta prova contará apenas com um dia de competição, três especiais e um traçado com cerca de meia centena de quilómetros. De destacar que uma das especiais situava-se no famoso Crossódromo Internacional de Águeda (Mundial de Motocross). Nesta prova com organização a cargo do ACTIB – Águeda Action Clube, as maiores dificuldades para pilotos e máquinas, serão mesmo o muito calor e pó que se irão fazer sentir ao longo da prova no domingo.

Joana Gonçalves, a atual Campeã Nacional e líder do Campeonato 2019, está bastante motivada numa altura que apenas faltam cumprir três dias de competição, para a revalidação do cepto maior na classe de Senhoras.

Novidade para esta jornada será o novo material que a piloto Husqvarna irá utilizar na sua FE250 – conjunto WP Xact PRO com suspensão Cone Valve e o novo amortecedor. Um “prémio” fracamente meritório para a piloto de Pedras Salgadas, que com as cores da formação oficial Jetmar, irá procurar em Águeda a sua quinta vitória consecutiva.

“Sem dúvida que as condições proporcionadas pela equipa, são fantásticas. Já tive oportunidade de testar este material e a sensação é indiscritível. Uma segurança, um conforto e uma estabilidade para atacar a próxima corrida. Uma das especiais será no Casarão o que já por si é uma enorme vantagem. Já lá estive este ano e conheço bem aquela pista. Vamos ver como as coisas correm. Quero aproveitar para mandar um beijo de melhoras para o Luís e agradecer-lhe por tudo o que fez por mim ao longo desta temporada”, concluiu motivada J. Gonçalves.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.