Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Joana Gonçalves top5 no Mundial

A Tricampeã Nacional de Enduro, garantiu, em Marco de Canaveses, o quinto lugar na Taça do Mundo de Enduro Feminino.

A prova que contou com dois dias de pontuação, ficou marcada por condições climatéricas adversas, o que veio a dificultar a vida a pilotos e máquinas.

Após um interregno de cerca de dez anos, o Mundial de Enduro regressou à região do Tâmega e Sousa para a disputa das derradeiras rondas do EnduroGP 2020. Em simultâneo, a quarta ronda da competição foi pontuável também para a categoria Senhoras. Representando a formação oficial Jetmar|Husqvarna Portugal esteve uma vez mais Joana Gonçalves – aos comandos de uma Husqvarna FE250 Factory.

No sábado e apesar de ter conseguido realizar especiais dentro do top3, Joana Gonçalves viria a terminar o dia na 6ª posição. Um resultado inglório e que em nada espelhava o atual momento de forma da atleta natural de Pedras Salgadas.

Já no derradeiro dia de competição e com as especiais verdadeiramente destruídas, a piloto Husqvarna entrou uma vez mais bastante motivada e apesar de alguns contratempos na segunda volta, viria a igualar o resultado da edição 2019. Joana Gonçalves termina este atípico ano, no 5º lugar (melhor portuguesa) da Taça do Mundo FIM de Enduro Feminino. 

Joana Gonçalves referiu que, apesar de tudo, penso que foi um fim de semana super positivo. O resultado não foi o que estava à espera, mas acabei por tirar boas elações. Estive sempre na luta pelos pódios, mas alguns erros ontem e hoje, ditaram o resultado. Quero aproveitar para agradecer à minha equipa por estas duas fantásticas semanas, tive um apoio incrível e só tenho que lhes dar os parabéns”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.