Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Jovem vila-realense alimenta o sonho integrar seleção nacional de Ténis de Mesa

Ainda não tinha sete anos quando começou a agarrar ‘a sério’ a raquete e hoje, três anos e meio depois, o atleta do Arrabães é já uma das promessas do Ténis de Mesa em Portugal

-PUB-

Silas Monteiro, atleta de dez anos do Centro Cultural e Recreativo (CCR) de Arrabães, em Vila Real, é um dos convocados pela Federação Portuguesa de Ténis de Mesa para participar em mais um estágio nacional, que está a decorrer no Centro de Alto Rendimento da modalidade, em Vila Nova de Gaia.

Detentor do título de Campeão Regional, o jovem, que começou a jogar “há três anos e meio”, está desde segunda-feira, e até amanhã, no Centro de Alto Rendimento a mostrar o que vale, ambicionando agora um lugar na seleção nacional na classe de iniciados.

“Gostava de ir para a seleção nacional, gostava de ganhar. Por isso, vou continuar a jogar”, explicou o jogador, que, apesar da tenra idade, já tem consciência que para ambicionar chegar mais alto na modalidade “é preciso muito treino e muita dedicação”.

Atleta do CCR de Arrabães, Silas Monteiro até reconhece que começou a jogar “no fundo porque o meu pai me levou a gostar do Ténis de Mesa”, mas hoje a paixão pela modalidade é tão grande que treina “todos os dias” da semana uma média de “duas horas por dia”.

No estágio, onde participarão mais de três dezenas de atletas dos escalões de iniciados e infantis, entre os quais outros transmontanos, como, por exemplo, o jogador também do CCR de Arrabães, Alexandre Queirós, os atletas vão ter treinos duas vezes por dia e serão avaliados por treinadores e selecionadores, podendo vir mais tarde a integrar a seleção portuguesa.

Silas Monteiro e Alexandre Queirós ocupam, ambos, o segundo lugar do ranking nacional nos seus respetivos escalões, sendo de sublinhar que, no caso da primeira classe em competição, os iniciados, a lista dos melhores conta com uma forte presença de atletas de Trás-os-Montes, nomeadamente de clubes como o Centro de Treinos Municipal (CTM) de Chaves, o CTM de Mirandela o Club de Vila Real e o CTM de Vila Real.

Jogador e treinador, Artur Monteiro, pai de Silas, não escolhe o orgulho do jovem, sublinhando que é “uma alegria muito grande” ver que o filho tem aptidão, jeito e, “apesar de pequenino”, muita ambição da modalidade que desde sempre foi a sua paixão.

“Como pai, ver ele subir no pódio é extraordinário. Mas melhor ainda é ver o empenho e os objetivos que ele já tem”, explicou o pai do atleta, reconhecendo que gostaria de um dia o ver a “representar a seleção nacional” e ser reconhecido “como um jogador de Top em Portugal.

Apaixonado pelo Ténis de Mesa, é também com uma satisfação bem visível que Artur Monteiro revela que atualmente Portugal é “a quinta potência mundial” na modalidade, e a segunda no ranking europeu.

“Ganhamos recentemente o campeonato europeu e na Taça do Mundo ficamos em terceiro lugar. Fomos eliminados nas meias-finais pelos austríacos, mas vencemos a uma das potências do mundo. Pela primeira vez eliminamos o Japão. Em termos desportivos é um feito muito grande”, recordou o jogador e treinador, sublinhando o forte desenvolvimento do Ténis de Mesa a nível nacional.

Depois de regressar no estágio realizado em Gaia, que termina amanhã, Silas Monteiro vai preparar-se para disputar mais uma prova do campeonato nacional, que está marcada para o dia 24, em Mafra.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.