Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021

Juntas de freguesia assaltadas no nordeste transmontano

Nos últimos dias, os assaltantes têm andado ativos no nordeste trasmontano, em que a preferência têm sido as juntas de freguesias.

-PUB-

Em Sambade, no concelho de Alfândega da Fé, os larápios levaram um computador e cerca de 1200 euros dinheiro, deixando tudo remexido e estragos avultados, uma vez que para entrar no edifício utilizaram um pé de cabra, danificando a porta.

Os assaltantes ainda furtaram tabaco e algum dinheiro na Associação Recreativa e Cultural da mesma localidade.

Outras juntas de freguesia, a de Bornes e de Grijó, no concelho de Macedo de Cavaleiros, também foram visitadas pelos “amigos do alheio”, que deixaram sobretudo portas destruídas, que terão de ser reparadas. Os larápios deixaram tudo remexido, mas não levaram nada de significativo, deixando apenas danos materiais.

Nas últimas semanas, os pequenos assaltos têm-se multiplicado pelo distrito de Bragança, com a preferência a serem cafés e agora mais recentemente edifícios públicos e associações, uma vez que os estabelecimentos comerciais estão fechados desde que foi decretado o estado de emergência.

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Bragança está a investigar esta onda de assaltos no distrito brigantino.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.