Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Mais de 1,1 milhões de euros para requalificar Mercado Municipal

Dentro de poucos dias, o Mercado Municipal de Vila Real entra em obras. A empreitada está consignada e prevê um prazo de execução de um ano.

-PUB-

A requalificação prevista irá resolver os problemas identificados no que respeita àst infraestruturas, salubridade e funcionalidade do espaço, com reparação de todas as coberturas em telha, substituição dos atuais revestimentos de pavimentos e paredes nos pisos 1 e 2, substituição e reparação das atuais redes de eletricidade, águas/esgotos e pluviais e pintura geral de todo o edifício. Serão também intervencionados todos os pisos individualmente, de acordo com as necessidades identificadas.

O presidente da câmara, Rui Santos, explicou que o espaço ficará com “melhores condições” não só para os comerciantes, mas também para os clientes. Adiantou ainda que toda a área envolvente será requalificada, “sem retirar lugares para estacionamento”. “Isso não acontecerá e vamos permitir ainda que os autocarros de excursão que paravam na Avenida passem a parar ao lado do mercado, que será um ponto de atração de turistas”. 

Outra novidade avançada por Rui Santos é a construção de um novo parque de estacionamento a cerca de 150 metros do mercado, com 280 lugares disponíveis. “Brevemente iremos dar nota dessa obra, que ficará nas imediações do mercado. O projeto está a ser ultimado”.  

No último piso, a intervenção será profunda, com a subida do telhado, para aí ser criado um espaço que poderá ser aproveitado para eventos e animação. “Será uma forma de atrair mais gente ao espaço comercial”, destaca o edil, acrescentando que as obras vão causar alguns impactos durante a sua construção, mas o mercado continuará a funcionar com alguns condicionamentos. 

O edifício foi alvo de obras de remodelação há cerca de 20 anos, mas as obras são esperadas há muito, tanto pelos comerciantes como pelos clientes. 

O mercado municipal tem cerca de 140 comerciantes, entre lojas permanentemente abertas e os agricultores que ali escoam os seus produtos frescos aos dias de mercado, que se realiza às terças e sextas-feiras.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.