Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2021

Manuela Tender critica política de “jeitinhos” no PSD

A ex-deputada do PSD, Manuela Tender, acusa elementos do seu próprio partido de terem a tendência para os “jeitinhos” na escolha de empresas para prestar serviços nos municípios que presidem. 

-PUB-

Nos casos em concreto, numa longa exposição na sua página de Facebook, com o título “Como a política de ‘jeitinho’ está a destruir a confiança nos partidos”, Manuela Tender diz-se “chocada” com o contrato de “aquisição de serviços de avaliação ambiental estratégica e consultoria no âmbito da gestão urbanística” celebrado a 12 de fevereiro de 2019, entre a câmara de Boticas e a empresa do presidente da concelhia do PSD de Chaves, no valor de 44 mil e 500 euros, acrescidos de IVA à taxa legal em vigor e com um prazo de execução de 425 dias”. 

Outra situação descrita pela ex-parlamentar tem a ver com um contrato realizado entre a mesma empresa, a Castanheira Penas

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.