Sábado, 16 de Outubro de 2021

Mel de Barroso conquista ouro pela terceira vez

Produto foi considerado ainda melhor mel do ano na edição de 2020, do Concurso Nacional de Mel (CNM2020), a mais concorrida de sempre.

-PUB-

O Mel do Barroso DOP, do Agrupamento de Produtores da Cooperativa Agrícola de Boticas, foi distinguido com a Medalha de Ouro na categoria de Méis de Urze e ainda como Mel do Ano, obtendo a maior pontuação entre todos os méis nacionais a concurso, do continente e das ilhas.

Este mel, produzido em território classificado pela FAO como Património Agrícola Mundial, conquistou, pela terceira vez, em sete anos, o título de Mel do Ano e a Medalha de Ouro na categoria de Mel de Urze.

É um feito ímpar que traduz a excelência e a qualidade deste produto e reflete o dedicado trabalho desenvolvido em parceria entre os apicultores da região e o Agrupamento de Produtores de Mel do Barroso, sedeado na Cooperativa Agrícola de Boticas.

Ao Mel de Barroso foram ainda atribuídas, no concurso internacional Great Taste, três estrelas, em 2017, 2018 e 2019, distinção máxima concedida neste concurso.

“É um percurso verdadeiramente notável que espelha bem a aposta que foi feita, neste e noutros produtos, com identidade e marca, de que é também exemplo a Carne Barrosã – DOP, assente numa estratégia coletiva, partilhada e apoiada pela Câmara Municipal de Boticas”, referiu Fernando Queiroga, presidente da autarquia botiquense.

A edição de 2020 do Concurso Nacional de Mel (CNM2020), foi a mais concorrida de sempre, tendo contado com a participação de 42 concorrentes e 73 méis a concurso.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.