Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Município apoia a criação de uma Rota Mundial Turística

Decorreu a 27 de Abril, em Cabo Froward, em pleno Estreito de Magalhães no Chile, a bordo de um navio da armada deste país, a cerimónia oficial da institucionalização da Rede Mundial das Cidades de Magalhães da qual Sabrosa faz parte, após ter estado na sua génese. Neste evento, os municípios, que integram esta rede, têm a intenção de avançar para a criação da primeira Rota Turística Global “Magellan World”, inspirada na viagem de circum-navegação de Magalhães e na qual Sabrosa, a região e o país poderão tirar dividendos.

-PUB-

Tendo como cenário o ponto mais austral do continente americano, o alcaide de Punta Arenas, Emílio Boccazzi, foi o anfitrião deste encontro, onde estiveram representados os municípios portugueses de Sabrosa e Lisboa, as cidades de Sevilha (Espanha), San Julian, Ushuaia e Santa Cruz, todas da Argentina, e os municípios chilenos de Porvenir, Punta Arenas e San Gregório. Os participantes consolidaram os objetivos estratégicos e fizeram o ponto de situação de toda a rede das cidades na sequência do plano de ação traçado em diversos domínios.

A oficialização da Rede Mundial das Cidades Magalhânicas surge na sequência do III Encontro ocorrido em Sabrosa em outubro de 2014 em que foram delineadas algumas estratégias de dinâmica conjunta, em que se pretende lançar a Rota Turística Global “Magellan world”, cujo esboço já foi delineado em Punta Arenas e que dará uma dimensão universal à Rede agora instituída.

O presidente do Município, José Manuel Marques, considerou a institucionalização da Rede como natural, que vai densificar todas as estratégias definidas e alavancar outros projetos para a sua valorização, mas terá de ela própria a assumir a sua sustentabilidade. “A promoção da Rede Mundial de Cidades Magalhânicas terá de ter uma valorização constante, que traga mais-valias para as populações dos vários territórios, nas áreas da educação, ciências, turismo, economia e cultura, entre outras. Recentemente tive contactos com o senhor Secretário de Estado da Cooperação e Negócios Estrangeiros, Luís Campos Ferreira, em que ficou decidido que é Portugal quem lidera o processo da candidatura da Rota de Magalhães a Património Mundial da UNESCO, tendo sido já definida uma estratégia de trabalho”.

A Rede Mundial das Cidades Magalhãnicas é integrada pelas cidades de Ushuaia, Sevilla, San Lúcar de Barraneda, Porvenir, Praia, Rio de Janeiro, Montevideo, Tenerife, Granadilla de Abona, Lisboa, Tidore, Porto, Guetaría, Buenos Aires, Punta Arenas, Cebú, Guam, Tidore, Brunei, Sabrosa, San Gregorio, Puerto San Julián, Ciudad del Cabo e Vicenza.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.