Quinta-feira, 29 de Julho de 2021

Município intensifica luta biológica

Já arrancou a campanha de largadas de parasitóide contra a vespa da galha do castanheiro, numa ação que tem como objetivo reduzir as consequências negativas da presença dos insetos nocivos à produção de castanha.

-PUB-

É um setor que, no concelho de Chaves, está em crescimento e, por isso mesmo, é urgente protegê-lo da vespa da galha do castanheiro, um inseto oriundo da China que afeta o crescimento dos ramos e frutificação da árvore e, consequentemente, dizima a produção e a qualidade da castanha. 

“A nossa mancha de castanheiro cresceu de forma significativa nos últimos anos e não podemos permitir que possa haver aqui um revés. Estamos a unir esforços para que possamos minimizar os efeitos que sabemos que são negativos”, disse Nuno Vaz, presidente da autarquia de Chaves, no dia da primeira de 40 largadas de parasitóide que foram realizadas pelo concelho, 30 da responsabilidade do município e 10 das

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.