Quinta-feira, 30 de Junho de 2022

Nova Clínica de Hemodiálise até ao final de 2008

Garantido pela empresa TECSAM – Tecnologia e Serviços Médicos, Lda, vai nascer, em Mirandela, até ao final do próximo ano, uma clínica para o tratamento de doentes renais que contará com uma capacidade para cerca de 170 utentes, segundo anunciou, no dia 27, a autarquia local. Mais que um Centro de Hemodiálise, o investimento de […]

Garantido pela empresa TECSAM – Tecnologia e Serviços Médicos, Lda, vai nascer, em Mirandela, até ao final do próximo ano, uma clínica para o tratamento de doentes renais que contará com uma capacidade para cerca de 170 utentes, segundo anunciou, no dia 27, a autarquia local.

Mais que um Centro de Hemodiálise, o investimento de 10 milhões de euros permitirá a criação de uma clínica para doentes renais, onde será disponibilizada “uma unidade de cuidados continuados com internamento, uma piscina de hidromassagem e um sistema de hemodiálise domiciliária ou auto-diálise”, entre outras valências.

Segundo fonte do Município, “a Clínica possui características verdadeiramente inovadoras”, nomeadamente o conceito de “auto-diálise assistida remotamente, enquadrando-se nos projectos que a autarquia está a desenvolver, associados à rede local de fibra óptica que está a ser instalada, na cidade”.

O projecto que engloba um edifício construído de raiz (cujas obras deverão ter início já no próximo mês de Agosto), prevê, ainda, “a construção de 12 bungalows próximos do Parque de Campismo, em que vão ser investidos mais 360 mil euros”. A clínica pretende dar resposta, também, aos doentes renais que se desloquem em férias até áquela cidade transmontana ou aos emigrantes que sem esse equipamento, não podem vir a Portugal, para visitar as suas terras e os seus familiares e amigos.

“A autarquia afiança que os doentes não suportarão encargos financeiros, ao recorrerem a esta clínica, apesar de ser privada, na medida em que terá acordos com o Serviço Nacional de Saúde”, sublinhou a mesma fonte.

Segundo dados da Associação Portuguesa de Doentes Renais, existem dois Centros de Hemodiálise, no distrito de Bragança, um dos quais no Hospital Distrital e o segundo, exactamente, em Mirandela (Nordial – Centro de Diálise).

De realçar que também o distrito de Vila Real já conta com uma clínica da empresa TECSAM, mais exactamente “o Centro de Reabilitação Renal Dr. Paulo Mendo”, sedeado na capital vila-realense.

A autarquia sublinhou que “este é o segundo projecto privado, na área da Saúde, anunciado, em pouco tempo, para Mirandela, depois de a cidade ter perdido a Maternidade do Hospital público, estando a formar-se um “cluster”, na área da Saúde, aí se incluído a Unidade Familiar de Saúde de Torre de D. Chama”.

De recordar que, em Fevereiro, foi apresentado o projecto de construção de um hospital particular que, dinamizado pela Rede Nacional de Saúde Privada, SA, vai envolver um investimento de cerca de 15 milhões de euros e tem abertura anunciada, para 2009.

 

MM

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.