Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

“O SNS não é mau como querem fazer passar. São alarmismos”

Numa visita, na segunda-feira, ao Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), Ângela Moreira, deputada do PCP na Assembleia da República, salientou a importância de se defender o Serviço Nacional de Saúde (SNS), que tem sido alvo de “alarmismos” e de opções políticas que pretendem favorecer os privados.

-PUB-

À VTM, Ângela Moreira referiu que o SNS “não é mau como querem fazer passar”, pelo contrário, “é realmente muito bom”, pelo que não deve ser uma alternativa ao privado, mas antes a primeira escolha.

“Não há nenhum doente, quer seja pobre, ou não, que fique por atender. Todos os utentes são atendidos, coisa que não acontece noutros países”, apontou.

Quando questionada sobre a situação “preocupante” que o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, atribuiu ao CHTMAD, na semana passada, a deputada comunista considerou mais um “alarmismo” sobre o SNS.

“Se calhar faz parte do alarmismo que é importante passar, se calhar até para favorecer o privado. O SNS é mesmo muito forte para resistir a tanta

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.