Segunda-feira, 2 de Agosto de 2021

Parlamento aprova por unanimidade voto de pesar pela morte de Pedro Pimentel

 A Assembleia da República aprovou hoje, por unanimidade, um voto de pesar apresentado por vários deputados, de vários grupos parlamentares, pela morte, no sábado, do ex-deputado Pedro Pimentel, aos 50 anos.

-PUB-

O texto do PSD recorda o percurso biográfico de Pedro Machado Sampaio de Sousa Pimentel, que nasceu em Castedo do Douro, no concelho de Alijó, Vila Real, a 16 de abril de 1970 e faleceu a 6 de junho de 2020 aos 50 anos.

"Dedicou a sua vida à política. Foi deputado à Assembleia da República nas XIII, XII, XI e VIII legislatura. Foi membro da Assembleia Municipal de Alijó e da Assembleia Intermunicipal da CIM Douro. Deu o melhor de si ao PSD e à política pública", consideram os sociais-democratas.

O voto recorda que foi "membro ativo na JSD e Secretário-geral adjunto do PSD", colaborou como adjunto no XV Governo constitucional, foi vice-presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Vila Real, Presidente da Comissão Política de Secção do PSD de Alijó, e vice-presidente da mesma, cargo que ocupava até agora.

Na Assembleia da República, integrou as Comissões de Defesa Nacional e Agricultura e Mar, e a Delegação Permanente à Assembleia Parlamentar da NATO (APNATO), onde concentrou o seu trabalho parlamentar.

 

 

"Enquanto deputado da Agricultura, como por vezes era conhecido, manteve-se sempre atento aos problemas do mundo rural, aos desafios dos produtores agrícolas, em especial aos da vitivinicultura da região do Douro, de onde era natural. Procurava dar voz a quem não tinha, espalhando com cuidado e dedicação, as reivindicações dos agricultores cuja nobreza da atividade permite a sobrevivência do Homem. Luís Pedro tinha também essa nobreza enquanto vitivinicultor", refere.

O voto frisa que "a sua partida precoce, repentina e inesperada deixa aos que partilharam a sua vida uma saudade imensurável".

"Faz revelar sentimentos comuns de tristeza e consternação, demonstrando friamente a certeza da nossa mortalidade e colocando dúvidas quanto ao futuro.  Pedro Pimentel confiava no futuro. Entregava-se com o seu sorriso inconfundível e genuíno, revelando a sua imensa fé. Isso é parte do seu legado", acrescentam ainda.

No voto, os deputados "prestam à família enlutada o seu mais expresso pesar, e homenagem ao ex-deputado Luís Pedro Pimentel pelo seu trabalho e dedicação à região de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Portugal.

A família esteve presente nas galerias e foi cumprimentado pelo vice-presidente da Assembleia da República, José Manuel Pureza, voto ao qual a mesa se associou de forma "fraterna".

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.