Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

PCP pergunta pelo novo acelerador linear

O Partido Comunista Português (PCP) de Vila Real realizou, na segunda-feira, uma conferência de imprensa para dar conta das suas principais preocupações políticas e sociais na região.

-PUB-

A falta de investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi o assunto mais abordado, sobretudo no que diz respeito à situação do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), pela  ausência de um novo acelerador linear no centro oncológico do hospital.

Prometido pelo ex-ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, numa visita a Vila Real, em maio de 2017, este novo acelerador linear continua sem ter sido adquirido, passado mais de um ano.

À VTM, Manuel Cunha, dirigente do PCP, adiantou que, apesar da promessa, “continua tudo aparentemente parado”, sem que tenha havido qualquer obra. De acordo com este responsável, o serviço de radioterapia do CHTMAD “arrisca-se a entrar em colapso”, pois poderá ficar em breve

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.