Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Pedras Salgadas 0 | 0 Mirandela

Jogo entre duas equipas de valor semelhante que se entregaram ao jogo com alguma lassidão, preenchendo o espaço do meio- -campo e só muito raramente preocupando-se com as balizas. Tudo muito lento, muito previsível, como se fosse um mero treino, o que não surpreendeu, porque nenhuma das equipas tinha algo a ganhar ou a perder.

-PUB-

A manutenção estava garantida para os mirandelenses e a da equipa do Pedras está adiada para a eliminatória que a formação da vila termal irá disputar, frente ao Barreirense, nos dias 1 (em Chaves) e 8 de junho (no Barreiro). As jogadas de perigo foram poucas e as oportunidades de golo ainda menos. Apenas aos 31 minutos houve alguma emoção, quando Tiago defendeu, com espetacularidade um remate de Fall, enviando a bola para canto. Antes do intervalo, apenas aconteceram duas outras situações, uma para cada lado.

A única referência da segunda parte foi desagradável: Hugo Silva lesionou-se com alguma gravidade e teve de recolher mais cedo ao balneário, esperando-se que possa recuperar para o “play-off”, visto ser um dos titulares indiscutíveis de Carlos Guerra.

De referir a boa qualidade da arbitragem que não precisou de mostrar qualquer cartão, “deixando jogar”. A. P.

 

Ficha Técnica

 

Jogo disputado no Complexo Desportivo Municipal de Vila Pouca de Aguiar.

Árbitro: Albano Correia (AF Braga).

Auxiliares: Pedro Costa e João Moura.

PEDRAS SALGADAS: Miguel; Álvaro, Malan, Dani e Ramalho; Daniel (Gabi, 72’), Meira, Tiago Mourão e Seidi; Hugo Silva (Guillaume, 65’) e Fall (Elói, 78’).

Suplentes não utilizados: Ousmane, Jorge Roxo, Pedro Costa e Latyr.

Treinador: Carlos Guerra.

Capitão: Dani.

MIRANDELA: Tiago; Fábio (Luís Paulo, 73’), Telmo (Amaral, 58’), Corunha e Adriano; Pedro Silva, Rui Lopes, Billy e Nuno Paulo; Sérgio Duarte e Nivaldo (Edgar Abreu, 70’).

Suplentes não utilizados: Pedro Fernandes, José Luís, Dibril e Pedro Relho.

Treinador: Nuno Lima.

Capitão: Rui Lopes.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.