Sábado, 2 de Julho de 2022

Planta rara existe no Pontido

Existe, na zona de Pontido, uma planta raríssima, no Mundo. Chama-se Veronica micrantha e, no planeta, só existe em dois lugares: em Espanha (Zona do Mediterrâneo) e, precisamente, no lugar do Pontido. Sabendo da sua importância, o Estado classificou-a como espécie protegida e o local onde se insere figura na Rede Natura 2000. Esta planta […]

Existe, na zona de Pontido, uma planta raríssima, no Mundo. Chama-se Veronica micrantha e, no planeta, só existe em dois lugares: em Espanha (Zona do Mediterrâneo) e, precisamente, no lugar do Pontido.

Sabendo da sua importância, o Estado classificou-a como espécie protegida e o local onde se insere figura na Rede Natura 2000. Esta planta não se propaga, facilmente, daí a reduzida área de ocorrência e um baixo número de efectivos. Esta micro-reserva está debaixo de olho do Instituto de Conservação da Natureza, ICN, em cuja cartografia a sua localização se apresenta um pouco difusa, “para evitar que as pessoas vão ali colher as tão raras plantas”.

Catarina Chaves, bióloga, em funções na VitaAguiar, residente em Vila Pouca de Aguiar, conhece a Veronica micrantha: “É uma flor que existe no Pontido, numa mancha que representa cerca de 33% do que existe na Península Ibérica. Existem, apenas, dois núcleos de ocorrência, no Mundo: Vila Pouca de Aguiar e Espanha. É uma flor pequena que não tem nada de extraordinário, em termos de beleza, mas que tem a particularidade de ser extremamente rara. Está protegida, nos termos da legislação portuguesa”.

A sua existência, em Portugal, não passou despercebida à EU que a classificou como “de importância comunitária”.

De referir, ainda, que havia uma micro-reserva, na zona do Alto Lindoso (Parque Natural Peneda/Gerês). No entanto, a construção da Barragem acabou por submergi-la. A redução das manchas de carvalhos e a abertura de vias de comunicação têm sido as grandes ameaças para a sobrevivência desta espécie única.

 

Jmcardoso

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.