Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Plantar mil árvores para recuperar território ardido

Na terça-feira de manhã, em dia de Carnaval, a junta de freguesia de Vila Verde decidiu celebrar esta data com uma iniciativa ambiental, plantando nos territórios que foram afetados pelos incêndios mil árvores.

-PUB-

Com o apoio do município e de várias entidades, como bombeiros, escuteiros e IPSS, a população de Vila Verde uniu-se e encaminhou-se para uma paisagem ainda manchada de cor cinza pelos sucessivos fogos que têm ocorrido nos últimos anos. 

Pinheiros mansos, car­valhos  e falsos plátanos fo­ram algumas das árvores que foram plantadas naquele local, de forma a reflorestar uma das paisagens mais bonitas do concelho. 

Paula da Silva, coordenadora do projeto Criar Bosques da Quercus, salientou a importância da iniciativa, considerando-a acima de tudo como sendo simbólica, uma vez que a extensão do território é muito vasta. “Acaba por ser um ato simbólico, mas não deixa de ser uma iniciativa de educação ambiental, que promove não só a sensibilização para este tipo de questões, mas também o convívio intergeracional”, referiu, acrescentando que a escolha do tipo de árvores a serem plantadas não foi ao acaso. 

“Este tipo de árvores está adaptado ao local. Estamos a plantar espécies autóctones, ou seja, nativas da região para reflorestar um dos terrenos mais afetados pelos fogos”. 

Partilhando da mesma

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.