Quarta-feira, 6 de Julho de 2022

Polidesportivo de Oliveira requalificado

Oliveira é mais uma das freguesias do concelho de Mesão Frio que passa a ter relvado sintético no seu polidesportivo.

Esta obra de requalificação levada a cabo pela Câmara Municipal faz parte de um conjunto de projetos de requalificação dos polidesportivos das freguesias. A cerimónia de inauguração desta intervenção realizou-se durante a tarde de domingo, na presença do presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, Alberto Pereira e do presidente da junta de freguesia, Fernando Correia.

No seu discurso, Fernando Correia, agradeceu ao presidente da Câmara Municipal, pela sua presença em Oliveira e pela obra realizada, bem como, aos técnicos, funcionários da autarquia e da junta de freguesia, pelo seu trabalho: “A requalificação deste polidesportivo traduz uma das metas cumpridas na área dos equipamentos desportivos, pela Câmara Municipal e vem possibilitar um melhor aproveitamento, maior eficácia e maior segurança na prática desportiva”. 

O autarca Alberto Pereira, agradecendo a presença de todos, referiu que é sua intenção, garantir as mesmas regalias e os mesmos acessos às populações de todas as freguesias. Respondendo ao repto lançado pelo presidente de junta, Alberto Pereira, garantiu que, assim que a construção das bancadas e dos balneários do campo de jogos municipal estiverem concluídos serão transferidos, no próximo ano, para o polidesportivo de Oliveira. “Estamos numa dinâmica de obras de que não há memória e a colocação do piso no parque infantil, poderá acontecer ainda durante este ano”, referiu, assumindo que tudo continuará a fazer em prol desta freguesia.

Para inaugurar o novo campo, realizou-se um jogo de futebol para infantis, seguido de um jogo entre casados e solteiros. No final, foi servido um lanche convívio.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.