Sábado, 28 de Janeiro de 2023
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Primeiro subsídio à natalidade foi atribuído pela Junta

Um cheque de duzentos e cinquenta euros foi parar à conta bancária da pequena Francisca, uma menina com uma semana de vida, nascida em Torneiros, na freguesia de Arroios. Numa pequena cerimónia que decorreu, anteontem, na casa da sua mãe, em Torneiros, Susana Cortês recebeu das mãos da Presidente da Junta de Freguesia, Marília Ferreira, […]

-PUB-

Um cheque de duzentos e cinquenta euros foi parar à conta bancária da pequena Francisca, uma menina com uma semana de vida, nascida em Torneiros, na freguesia de Arroios.

Numa pequena cerimónia que decorreu, anteontem, na casa da sua mãe, em Torneiros, Susana Cortês recebeu das mãos da Presidente da Junta de Freguesia, Marília Ferreira, o “prémio” de incentivo à natalidade e fixação das pessoas na freguesia. Este foi o primeiro “prémio”, atribuído desde que o órgão autárquico decidiu a concessão deste subsídio.

Contente pela entregue do montante, estava Marília Ferreira.

“Estou muito satisfeita, por termos promovido esta iniciativa. É um momento simbólico, porque esta foi a primeira bebé que nasceu desde a altura em que nós nos decidimos pela sua atribuição, ou seja, desde Janeiro de 2007. Esta menina reuniu todos os requisitos necessários para o mesmo ser atribuído. Os pais estão a residir cá, são eleitores da freguesia e a menina tem a mesma residência” – sublinhou.

Susana Maria Cortês Marrão tem 30 anos e agradeceu a atitude da Junta da Freguesia.

“Acho que é bom, é um reconhecimento pela importância da natalidade, revelando o interesse da instituição em apoiar quem nasce em Arroios “.

Esta mãe já pensou no “pé–de-meia” da pequena Francisca: “Vou abrir uma conta, em nome dela, para a semana”. Sorridente, fez uma ressalva: “Não foi a pensar no subsídio que ela veio ao Mundo, pois nem sequer sabia da existência desse apoio. Só soube, quando já eu estava grávida”.

Esta foi a segunda filha de Susana Maria. A mais velha tem três anos e meio.

Para o futuro, Marília Ferreira garante que “a iniciativa é para continuar. O valor foi pago de uma vez e recordou o objectivo.

“Trata-se de um incentivo à natalidade e de tentar fixar as pessoas na freguesia. Claro que não é com 250 euros que a vida fica mais fácil, mas sempre é um estímulo” – salientou.

 

Jmcardoso

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.