Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Projeto quer beneficiar mais de 5 mil hectares de pinhal

Área ardeu em 2005, regenerou naturalmente e precisa agora de uma beneficiação que poderá no futuro triplicar o investimento feito e dinamizar a economia local através, por exemplo, da criação de postos de trabalho

-PUB-

A Câmara Municipal de Vila Real Pouca de Aguiar, em parceria com os conselhos diretivos de baldios das freguesias de Bragado, Capeludos de Aguiar e a união de freguesias de Pensalvos e Parada de Monteiros, vai candidatar a fundos comunitários um projeto de beneficiação florestal numa área de pinhal de mais de 5.000 hectares, que envolverá um investimento que rondará os 10 milhões de euros e dará emprego a dezenas de pessoas.

“Com um investimento de cerca de 10 milhões de euros, conseguiremos um resultado líquido de cerca de 20 milhões em 30 anos. Um valor interessante no retorno do investimento florestal”, explicou Duarte Marques, vereador da autarquia aguiarense, referindo-se apenas aos ganhos com o material lenhoso, pese embora “haja outros valores ambientais e sociais, associados à intervenção”.

O mesmo responsável político sublinhou ainda que, “dada a densidade populacional da zona, que é muito reduzida, a área florestal pode ser um grande instrumento de valorização do território e de dinamização económica” e adiantou a expectativa de que, a avançar, o projeto envolva na sua execução, numa primeira fase, cerca de 100 pessoas a trabalhar, de uma forma permanente, durante dois anos, e depois mantenha 10 postos de trabalho.

O projeto surgiu na sequência de um mais pequeno que interveio em apenas 256 hectares localizados na freguesia de Bragado e que contou com a parceria da Associação Aguiarfloresta, do Conselho Diretivo de Monteiros, do Centro Pinus e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Tal como se pretende fazer no projeto de maior dimensão, no pinhal de Monteiros, a beneficiação passou pela “criação de condições para o desenvolvimento do povoamento de pinheiro existente por diminuição da densidade”, bem como pela “redução da carga combustível de forma a controlar o risco de incêndios florestal”.

No início desta semana o baldio intervencionado foi visitado pela ministra da Agricultura e Pescas, Assunção Cristas, que se mostrou “particularmente feliz” por um projeto, “já concluído e bem-sucedido, ter também funcionado como projeto piloto para que agora se possa avançar para um projeto idêntico em 5.000 hectares”. A ministra sublinhou mesmo que, “se houve apoio do PRODER para o que terminou, agora haverá apoio do PDR 2020 para poderem dar continuidade a este trabalho”.

Assunção Cristas revelou a necessidade do país apostar na fileira florestal e reconheceu o “desafio enorme que é conseguir ter mais matéria-prima, mais pinheiro bravo, e não só, para ir ao encontro das necessidades da indústria dinâmica e diversificada” que existe em Portugal.

Alberto Machado, presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, sublinhou a extensão de baldios no território do concelho e a importância do setor florestal na socioeconomia local. Além de alertar a ministra sobre a importância dos Fundos Comunitários para “alavancar as explorações agrícolas e florestais”, o autarca desafiou todos os agentes envolvidos nas florestas para assumirem responsabilidades no desenvolvimento deste setor.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.