Sábado, 24 de Julho de 2021

Projeto “Vila Real, óh que linda és!” revela a cidade em 10 postais

Dez artistas criaram a coleção de postais ilustrados "Vila Real, óh que linda és!" que promove o património, a história e a gastronomia e vai estar em exposição a partir de sábado, na cidade transmontana.

-PUB-

A coleção de 10 postais ilustrados vai estar patente ao público até abril, no Museu Arqueologia e Numismática de Vila Real, e tem curadoria da associação cultural Instantes Mutantes.

“Vários ilustradores locais foram convidados a retratarem o tema de Vila Real, homenageando algo importante para eles na cidade onde cresceram”, afirmou hoje à agência Lusa Eduardo Porto, da Instantes Mutantes.

Por sua vez, a diretora do Museu de Numismática, Gina Telmo, afirmou que “os 10 ilustradores mostram, na sua visão, a imagem de marca de Vila Real”.

A exposição conta, no total, com a participação de 11 artistas locais, contemplando ainda uma instalação em madeira.

Nos postais estão retratados edifícios emblemáticos como a estátua do comandante Carvalho Araújo, herói da Grande Guerra, a casa de Diogo Cão, a Maria da Fonte, a olaria de Bisalhães que foi classificada pela UNESCO, as lavadeiras do Corgo e a gastronomia local.

“Ou seja, temas que têm também a ver com a história de Vila Real”, referiu Eduardo Porto.

A coleção é uma edição limitada impressa em risografia a duas cores. Serão impressos 120 postais por cada artista.

“Em risografia nenhuma impressão é igual, o que dá origem a uma coleção diferente e original de postais sobre a cidade de Vila Real”, acrescentou Eduardo Porto.

Gina Telmo disse ainda que esta coleção “vem colmatar uma falha que existia na cidade”.

“Somos procurados por muitos turistas que procuram postais atuais da cidade. Temos muitos antigos à venda na nossa loja, mas há poucos que representam o património edificado e paisagístico de Vila Real”, sustentou.

Os artistas locais que fazem parte do projeto são: Fátima Bravo, Eduardo Dude, Daniel Souto, Jumas, Mané, Laura Franco, Sofia R. Silva, Daniel Bacelar, Barbara Pereira e Neku. A instalação em madeira foi criada pelo artista Wooder.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.