Domingo, 1 de Agosto de 2021

PSP deteve quatro indivíduos por vários ilícitos criminais

A Polícia de Segurança Pública, através das diversas valências que constituem a Divisão Policial de Chaves, levou a cabo diversas operações de prevenção criminal e de fiscalização rodoviária, na cidade flaviense, entre sexta-feira e esta segunda-feira.

-PUB-

Nesta sequência, “foram obtidos como resultados, não somente a deteção de diversos ilícitos contraordenacionais, como também a detenção de quatro indivíduos, sendo um do sexo feminino e três do sexo masculino, pela prática de ilícitos criminais”, informa a Polícia.

De acordo com a PSP, foram detidos uma mulher, de 22 anos, um homem, de 45 anos, e outro homem, de 33 anos, pela prática do crime de condução de veículo motorizado, sob efeito de álcool.

Foi ainda detido um outro jovem, de 25 anos, por posse e trafico de produto estupefaciente.

Procedeu-se à apreensão, de 71 gramas de um produto estupefaciente denominado liamba, e 10.40 gramas de um produto estupefaciente denominado haxixe, uma balança de precisão, bem como outros utensílios de corte e pesagem do produto estupefaciente, a importância de 461.90 euros, resultante da venda de produtos estupefaciente e uma viatura ligeira de passageiros.

Os detidos foram presentes à autoridade judiciária competente, junto do Tribunal Judicial de Chaves.

Foi ainda efetuada uma ação de sensibilização junto dos estabelecimentos de diversão noturna, no sentido de alertar os responsáveis e utilizadores dos mesmos, para o cumprimento das regras impostas, pelas entidades competentes, no âmbito da pandemia Covid-19.

Com estas ações a Divisão de Policial de Chaves, reforçou a sua presença junto da população Flaviense, transmitindo-lhe deste modo um sentimento de maior segurança e confiança.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.