Domingo, 17 de Outubro de 2021

Quatro detidos por tráfico de estupefacientes

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve, na noite do dia 15, em Chaves, quatro indivíduos suspeitos da prática de tráfico de estupefacientes e apreendeu 156 gramas de heroína e 34 de cannabis.

-PUB-

“Os suspeitos foram interceptados no momento em que circulavam naquela cidade com uma viatura ligeira de passageiros”, explicou a Polícia, revelando que, no interior do automóvel, também apreendido, foram encontrados 66.860 euros em numerário, um montante que estava “dissimulado no interior do pneu de reserva”.

Em comunicado, aquela força de segurança revelou que, na sequência da operação e no âmbito do “combate o tráfico de estupefacientes, particularmente à venda directa a consumidores”, foram realizadas várias buscas domiciliárias a casa dos suspeitos, das quais resultaram ainda a apreensão de vários “utensílios utilizados para a prática deste tipo de crime, nomeadamente uma balança de precisão e um moinho”, bem como um revolver e mais de seis dezenas de munições.

Os detidos foram presentes, ontem, no Tribunal Judicial de Chaves para primeiro interrogatório judicial, não tendo sido possível, até à hora de fecho desta edição do Nosso Jornal, saber quais as medidas de coação aplicadas.

No mesmo comunicado, a PSP divulgou a detenção, no dia oito, de quatro indivíduos por condução de veículo sob a influência de álcool e um por condução de veículo sem habilitação legal, e ainda a “recuperação de três viaturas automóveis e de um ciclomotor que haviam sido anteriormente furtados”, em Chaves.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.