Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

Quatro residências assaltadas no mesmo edifício

Em Vila Real nunca tinham sido assaltadas quatro habitações em simultâneo e no mesmo edifício. Tudo isto aconteceu na sexta-feira, entre as 14h00 e as 15h00, na zona residencial do Bairro de Almodena. Os larápios não deixaram rasto mas levaram consigo muito ouro, dinheiro e outros valores, e até tiveram tempo para comer bolachas numa das habitações.

-PUB-

Os furtos terão sido perpetrados no espaço de uma hora  e  durante a ausência dos moradores, o que revela que os intrusos sabiam as rotinas dos residentes. Aliás, foi um dos moradores que deu o alerta para a PSP. Ao chegar a sua casa, este morador reparou que o canhão da fechadura da porta tinha sido violado, o mesmo aconteceu a três vizinhos, que também tinham as fechaduras forçadas.

Contabilizam-se milhares de euros furtados em ouro, dinheiro (alguns dólares e duas libras). Graça Coelho foi uma das pessoas que teve maiores prejuízos neste assalto. A professora do ensino básico, com 56 anos, tinha saído de casa às 14h00 e só por volta das 16h00, a irmã lhe contou o sucedido. Quando foi abordada pela Nossa Reportagem ainda não estava refeita daquilo que lhe tinha acontecido. “Tiraram o canhão da fechadura e levaram anéis, fios, libras em ouro, máquina fotográfica, dinheiro, tudo com valor. Ao todo, tenho um prejuízo de mais de 5 mil euros”, contou. Esta professora reparou ainda que até tiveram tempo para comer “algumas bolachas que estavam numa lata na cozinha”. Referiu ainda que toda a casa “foi remexida, desde a casa de banho até aos quartos, onde estavam os objectos de maior valor”. Graça Coelho encontrou ainda, à entrada da sua porta, umas meias que poderão ter sido utilizadas pelos assaltantes nos furtos.

Quanto a suspeitos, Graça Coelho não sabe quem poderá estar por trás destes furtos, no entanto, recordou que, “há cerca de um mês, a porta da sua casa tinha sido  forçada, mas na altura não levaram nada”.

No mesmo prédio, outras residências foram “visitadas” pelos amigos do alheio. Numa delas, pertencente a um familiar de Graça Coelho, algumas peças em ouro, um passaporte e alguns dólares desapareceram. Numa outra habitação, foram furtados cerca de 80 euros.

Melhor sorte tiveram quatro operários da construção civil da zona de Braga, que viram o espaço onde pernoitam ficar revirado mas não foram lesados, já que não tinham lá qualquer objecto de valor.

A PSP de Vila Real foi chamada ao local, mas o assunto passou para a alçada da Polícia Judiciária.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.