Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

Quatro toneladas de géneros entregues a instituições de solidariedade

“Além de ajudar quem mais precisa, estamos a mostrar que a Associação não trabalha, apenas, para os estudantes, mas, também, para a comunidade”, sublinhou Bruno Gonçalves, Presidente da Associação Académica da Universidade transmontana que, durante três dias, apelou ao espírito solidário dos vila-realenses, reunindo quatro toneladas de dádivas. Pela segunda vez, os estudantes da Associação […]

“Além de ajudar quem mais precisa, estamos a mostrar que a Associação não trabalha, apenas, para os estudantes, mas, também, para a comunidade”, sublinhou Bruno Gonçalves, Presidente da Associação Académica da Universidade transmontana que, durante três dias, apelou ao espírito solidário dos vila-realenses, reunindo quatro toneladas de dádivas.

Pela segunda vez, os estudantes da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) levaram a cabo uma campanha de solidariedade, reunindo várias toneladas de alimentos que, no dia oito, foram, simbolicamente, entregues, a seis instituições vila-realenses.

O Núcleo de Vila Real da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral, a ADESCO e a Sociedade de São Vicente de Paula são algumas das instituições contempladas pela iniciativa da Associação Académica que reuniu seis mil produtos, entre alimentos e produtos de higiene e limpeza.

Durante três dias, 15 estudantes voluntários estiveram presentes nos supermercados Paulo, Miracorgo, Intermarché e Continente, para receber a contribuição dos vila-realenses que participaram na campanha, doando alguns alimentos.

“Esta iniciativa mostra que, nestas instalações de ensino, estão a ser formadas pessoas com um espírito de ajuda a quem mais precisa, o que é de louvar”, explicou o responsável pela ADESCO, outra das instituições contempladas.

“A Associação Académica está virada para a cidade e para a região”, sublinhou Bruno Gonçalves, visivelmente satisfeito com o resultado da campanha deste ano que contabilizou quase o dobro do resultado conseguido em 2006.

Armando Mascarenhas Ferreira, Reitor da UTAD, também marcou presença na cerimónia simbólica de entrega dos mantimentos, salientando o “carácter solidário” dos estudantes e deixando, desde já, a esperança em que a campanha “chegue ainda mais longe, no próximo ano, duplicando ou triplicando os seus resultados”.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.