Quinta-feira, 15 de Abril de 2021

Rampa Porca de Murça é a primeira do campeonato

Nos dias 7 e 8 de março decorre a Rampa Porca de Murça, prova que inaugura o Campeonato de Portugal de Montanha.

A Rampa Porca de Murça, organizada pelo CAMI Motorsport, que esta época será a prova inaugural do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, apresenta duas novidades face às edições anteriores, com o objetivo de torná-la não só mais emblemática, mas também mais confortável para os pilotos e respetivas equipas.

Assim, a primeira alteração prende-se com a localização do Parque de Assistência, que será transferido para uma zona mais ampla, de modo a proporcionar melhores condições de trabalho a todos os intervenientes. Por outro lado, o início da prova é antecipado em cerca de 50 metros, pelo que os pilotos percorrem a icónica ponte de um só arco sobre o Rio Tinhela, na EN 15, já com o cronómetro a contar. O perímetro do traçado totalizará 4250 metros.

“Entendemos que era importante fazer evoluir a rampa, designadamente no sentido de melhorar, em todos os sentidos e na medida do possível, o acolhimento aos pilotos e equipas. Um Parque de Assistência mais espaçoso permitirá outra mobilidade e conforto, enquanto o facto de os pilotos passarem a percorrer a ponte já em competição possibilita a recolha de imagens com um enquadramento paisagístico fantástico”, sublinha Nuno Loureiro, presidente do CAMI Motorsport.

A prova das famosas “Curvas de Murça”, para a qual o CAMI Motorsport conta com o imprescindível apoio da Câmara Municipal de Murça, poderá, nesta edição 2020, ter à partida alguns pilotos que não disputam habitualmente o Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, atendendo a que nomes como Raul Delgado, Marcos Teixeira, Joaquim Soares e José Cerqueira já solicitaram informações à organização. De igual modo, também o piloto de ralis Vítor Pascoal manifestou interesse em participar, com o seu Porsche 911 GT3, na primeira prova da época de montanha.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.