Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Requalificação urbanística vai renovar Largo da Igreja da Araucária

No final do ano, deverão começar as obras de requalificação do espaço em frente à Igreja de Santo António. Votado ao abandono, há vários anos, o terreno contíguo ao local de culto vai, finalmente, ser recuperado, com a criação de uma zona verde e de uma pequena infra-estrutura de apoio que vai contemplar um coreto […]

No final do ano, deverão começar as obras de requalificação do espaço em frente à Igreja de Santo António. Votado ao abandono, há vários anos, o terreno contíguo ao local de culto vai, finalmente, ser recuperado, com a criação de uma zona verde e de uma pequena infra-estrutura de apoio que vai contemplar um coreto e um auditório ao ar livre.

Para além da zona verde que vai nascer, na zona de Nossa Senhora da Conceição, a autarquia apresentou, também, no dia 28, a intenção de levar a cabo o projecto de requalificação do Largo da Igreja de Santo António.

Com o início da obra marcado para o final deste ano e a sua conclusão prevista para Junho de 2008, a recuperação do Largo da Igreja de Santo António, situada na freguesia de São Pedro, mais exactamente junto ao Bairro da Araucária, vai exigir um investimento de 281 mil euros.

“Esperamos poder inaugurar a obra nas comemorações do próximo dia de Santo António”, explicou Manuel Martins, Presidente da Câmara Municipal vila-realense.

Segundo o edil, com uma área aproximada de 7.000 metros quadrados (dos quais cerca de metade correspondem à zona verde), “pretende–se executar um conjunto de trabalhos que reforcem a ligação da Igreja com um espaço exterior de estadia, descanso e circulação de pessoas, em ambiente de recreio e lazer, através do reordenamento da circulação de veículos e pessoas, privilegiando a circulação pedonal sobre a circulação automóvel e conferindo maior qualidade de usufruto equilibrado destas vias”.

Henrique Pinto, arquitecto responsável pelo projecto, referiu que “está prevista a existência de uma única edificação que será uma peça escultórica vocacionada para o apoio às actividades recreativas, culturais e religiosas, contemplando um coreto coberto, com 80 metros quadrados, um anfiteatro ao ar livre e instalações sanitárias, para o público”.

No novo parque, junto à igreja, serão plantadas 30 árvores e uma área de relva, de cerca de três mil metros quadrados.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.