Quarta-feira, 4 de Agosto de 2021

Revelados os melhores locais de aproveitamento de águas pluviais

Uma tese de doutoramento da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) aplicou “metodologias inovadoras” para minorar e ajudar a melhorar a gestão e planeamento hídrico e a combater esses problemas. 

-PUB-

A tese é da autoria de Daniela Terêncio que desenvolveu um modelo para selecionar “locais ótimos” de aproveitamento de águas pluviais.

Em comunicado, a UTAD explicou que o modelo, “baseado em simulações”, aguarda resultado de submissão de patente europeia e foi testado na bacia do rio Ave, numa área agrícola de 400 hectares (ha).

Acrescentou ainda que foi “analisada a captação de água da chuva (RWH) em bacias hidrográficas para uso agroflorestal e dada atenção ao equilíbrio entre os valores de sustentabilidade e à capacidade de armazenamento dos sistemas deAproveitamento de Águas Pluviais (AAP)”, sublinhando que esta escolha permitiu a seleção de “locais ótimos” longe de centros urbanos ou grandes áreas agrícolas, localizados em bacias hidrográficas de

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.